Buscador

O exímio guitarrista naviego Amador Campos (1894-1966) (2) no após-guerra

Retrato de Amador Campos, 1963, por artista desconhecido © 2022 by Arquivo familiar
Estes apontamentos sobre o naviego Amador Campos fornecem também elementos para entender o que aconteceu com o repertório galego para guitarra na primeira metade do século XX.Não vemos no seu programa obras de autores galegos, e sim uma influência grande dos guitarristas doutras partes da península.

O exímio guitarrista naviego Amador Campos (1894-1962) (1)

Cartaz de tournée de Amador Campos.  © by Fonte: Documentos da família.
O elevado número de referências na hemeroteca aos seus concertos e a quantidade de informações do arquivo familiar oferecem um panorama próprio dum guitarrista profissional.

O médico guitarrista Luís Eugénio Santos Sequeiros (1909-2012)

Luís Eugénio Santos Sequeiros © 1930 by Emílio Fernandez Rodal
Luís Eugénio Santos Sequeiros era assíduo dos concertos de todo o tipo, a sua educação musical aprendida já desde a infância levava-o tanto a desfrutar dos eventos programados quanto a participar neles como regente e intérprete do quarteto de plectro.

Henrique Lens Viera e a guitarra

Enrique Lens Viera en Lincoln hacia 1920 © Dominio Público / Mundoclasico.com
Henrique Lens Viera, pianista e compositor galego, enquanto morou na Galiza não foi alheio ao impulso que a guitarra e as orquestras de plectro experimentaram no último terço do século XIX e primeiro do XX.

As orquestras de plectro (3)

Orquestra de plectro de Fene © 1950 by Maninhos / Fenecom
No Ferrol de final de século havia várias sociedades que organizavam concertos.O Casino, o Centro Recreativo, o Círculo de Artesãos e a sociedade La Peña eram as mais importantes.Os seus membros organizavam e participavam nos eventos teatrais e musicais da localidade.

As orquestras de plectro (2)

Entrudo de 1931 en Mugia © 1931 by Foto Caamaño
A febre das orquestras de guitarras era total na Corunha.Algum destes agrupamentos tem sido qualificado de "monstro" por integrar dezenas de intérpretes com os instrumentos "guitarras, guitarrones, bandurrias, cítaras, bandolones, octavinos y bandolines" (El Lucense, 1891).

Myrto Nizami ganadora del Concurso de Composición para Acordeón Francisco Escudero 2021

Myrto Nizami © 2021 by Instagram
En la Gala de este año se pudieron escuchar los estrenos absolutos de las obras ganadoras de la pasada edición y conocer a la ganadora de esta convocatoria, Myrto Nizami, de Grecia, con su obra The branches bend, the memories collide.

As orquestras de plectro na Galiza (1)

La casa de la Troya © 1915 by Librería de la Viuda de Gregorio Pueyo
Na Galiza o termo rondalla pode significar qualquer grupo musical que toca pelas ruas e não se usa sempre para referir os grupos de cordofones, por isso aqui escolhemos o nome de orquestras ou grupos de plectro, ou orquestras de guitarras/violas.

A guitarra plebeia de Montes

Juan Montes, «6 Baladas gallegas» © Dominio Público
Depois da morte de Montes (1840-1899), que coincide no mesmo ano que a do guitarrista Parga, a sua música continua a tocar-se e as orquestras de plectro galegas que nas primeiras décadas do século XX estão em plena efervescência, interpretam a sua música como emblema de galeguidade.

Parga, um guitarrista galego de máximo nível europeu (2)

Juan Parga Bahamonde © Arquivo do Museo de Ponte Vedra
Desde o Pacto de El Pardo (1885) informalmente realizado entre os presidentes Cánovas (Partido Conservador) e Sagasta (Partido Liberal), o governo do Estado foi distribuído coordenadamente entre os dous partidos, inaugurando assim o turnismo, ou pacto de governo para favorecer a sucessão monárquica.
Publicidad